O crescimento massivo no interesse de cervejas artesanais em todo o mundo está criando um aumento nas grandes diferenças entre uma cerveja artesanal e uma industrial. Um público cada vez mais amplo está em busca da diferenciação e exclusividade que a cerveja artesanal proporciona. 

Foi pensando em você, que quer conhecer mais do mundo cervejeiro e quer conhecer um pouco mais das particularidades dos diferentes tipos de cerveja, que elaboramos o post de hoje! Vamos conhecer as diferenças entre cerveja artesanal e industrial?

Cerveja artesanal é igual a todas as outras?

De cerveja todo mundo gosta, a questão é: nem todas são iguais. Embora seja verdade que todas as cervejas compartilham 4 ingredientes básicos, água, lúpulo, malte e fermento, há uma grande diferença entre cervejas artesanais e industriais. Em um primeiro momento, pode-se dizer que cerveja artesanal é arte e exclusividade. 
A cerveja artesanal é o resultado de um desejo do mestre de uma cervejaria. É por isso que no mundo da cerveja artesanal é possível brincar com a imaginação, algo que não acontece com a cerveja convencional, cujo objetivo é produzir milhares de litros para aumentar os lucros. Além disso, existem outros fatores que compõem as principais diferenças entre cerveja artesanal e cerveja industrial!

Fabricação

Como os próprios nomes já dizem a finalidade de cada cerveja tem o nome que leva. Isso significa que comercial é pra vender, e artesanal é advinda de um processo mais sofisticado, algo que pode até ser chamado de arte.
A cerveja comercial tem um público muito mais abrangente em relação às cervejas de fabricação artesanal, são marcas que visam atingir uma popularidade grande. E para vender muito, se fabrica muito. E para se fabricar muito, alguns processos (como fermentação e maturação) têm que ser acelerados através do uso de químicos, o que acaba por baratear os custos de produção e consequentemente o preço para o consumidor final.
A cerveja artesanal, por outro lado, possui uma produção mais voltada para um público que pretende experienciar a cerveja de uma maneira diferente, com interesse nos variados tipos de cerveja e suas particularidades, sabores e aromas. Os ingredientes utilizados na fabricação dessas cervejas são mais selecionados e pensados em um processo de fermentação, assim como de maturação, sem a presença de químicos para acelerar qualquer fase dos processos, o que culmina ao final, em um produto final um pouco mais caro.
Ao final da maturação, acontece a filtragem da cerveja. Isso significa que quando o produto já está praticamente pronto, ele é submetido à filtragem, onde todos os resquícios de lúpulo e levedura que flutuam dentro do líquido são “peneirados”, enquanto o que sobra é somente a parte líquida que conhecemos. O processo serve também para diminuir a turvação da bebida, deixando-a com a transparência que conhecemos.
Este processo é feito em ambos os tipos de cerveja, entretanto, é natural percebermos a existência de resíduos em cervejas de fabricação artesanal. Isso acontece porque a cerveja é filtrada menos vezes (algumas artesanais não são nem filtradas), enquanto a cerveja comercial passa pelo mesmo processo de maneira mais intensa. É muito perceptível quando a cerveja é muito filtrada já na turbidez, quanto maior a transparência da bebida, mais filtrada ela foi.

Ingredientes

A cerveja artesanal é fabricada com cuidado. E, no que diz respeito às matérias-primas, elas devem passar por um rigoroso processo de seleção antes de fazer parte do processo de fabricação da cerveja.

Fator humano

Os grandes produtores de cerveja têm fábricas gigantes de cerveja, que produzem toneladas de litros. Um processo totalmente automatizado que não tem nada a ver com a forma de fazer cerveja artesanal, realizada nas chamadas “microcervejarias”. Estes são lugares pequenos. Por esse motivo, o fator humano é essencial para a execução e o controle na elaboração da cerveja artesanal.

Aroma e sabor

Você não precisa ser um especialista perceber, em dois copos de vidro igual, qual é a cerveja artesanal e qual é a industrial. De fato, a cerveja artesanal tem cores mais peculiares e mais corpo. Embora o mais diferente seja o sabor e o aroma: nas cervejas artesanais, os aromas são intensos e os sabores são bem definidos. É por isso que cada vez mais consumidores valorizam as degustações de cerveja artesanal e a qualidade do produto. E não apenas isso, mas para fins de saúde, uma cerveja artesanal multiplica os nutrientes que podem oferecer uma cerveja industrial. 

Fonte: https://www.mytapp.com.br/cerveja-artesanal